The Hunger for Depth and Meaning Series B 2007 – “Deixando o Ego para trás”

The Hunger for Depth and Meaning SERIES B 2007
JOHN MAIN OSB

Deixando o Ego Para Trás

Qual é a essência da meditação? Do que realmente se trata?

É aprender a ficar atrás e permitir que Deus tome a frente em sua vida. Tantas vezes nossa experiência nos faz descobrir que nós somos o centro do nosso mundo. Muitos de nós vê a realidade girando em torno de nós mesmos. Nós pensamos muito naturalmente nas situações e pessoas, primeiramente, em termos de “como isso vai me afetar”? Tudo está bem até agora. Mas se realmente imaginarmos que nós somos o centro do mundo, então nós nunca veremos qualquer situação, ou qualquer pessoa, ou nós mesmos, como nós realmente somos. Porque, é claro, não somos o centro do mundo. Deus é o centro.

Agora, a meditação é tentar dar esse passo para trás longe do egocentrismo em direção a centralidade de Deus. O resultado é que encontramos o nosso lugar no mundo. Encontramos onde deveríamos estar. Encontramos nossos relacionamentos na ordem certa – as nossas relações uns com os outros, nosso relacionamento com a criação, e nosso relacionamento com Deus. O que nós descobrimos e o que é muito importante para cada um de nós descobrir, é que temos um lugar essencial no plano de Deus, cada um de nós responde unicamente ao dom único de nosso própria criação.

Como podemos definir isso? Meditação é um disciplina e é a disciplina de aprender a colocar-se atrás, aprendendo a concentrar a nossa atenção, ou talvez melhor, concentrar todo o nosso ser em Deus. Temos que começar de algum lugar. Temos que começar como somos. Temos que começar por aprender a nos calar. Nós temos que realmente começar por aprender a ser, ser nós mesmos, não ser a definição que recebemos por alguma atividade, seja ela algum tipo de trabalho ou algum processo de pensamento, mas simplesmente ser.

Este é o propósito da prática e da arte da meditação no aprendizado de dizer nossa palavra, nosso mantra. Para meditar, o que temos de aprender a fazer é sentar-se, permanecer quieto, ficar quieto tanto quanto possível fisicamente, e então começar a dizer em nosso coração, em nossa mente, em nosso ser, nossa palavra ou nosso mantra. A palavra que eu recomendo a você recitar é a palavra MARANATHA. Com as quatro sílabas igualmente separadas. Você faz soar essas sílabas interiormente, silenciosamente, sem mover os lábios. Como você dizer soá-las, ouça-as: Ma-ra-na-tha.

O propósito de soar o mantra, o propósito de dizer seu mantra, é que ele se torna o foco de sua atenção, de sua concentração. Você não está pensando sobre algo. Você não está, por assim dizer, perseguindo qualquer insights que estejam vindo para você, ou qualquer pensamentos que estejam vindo. Você os deixa. Você os deixa , por assim dizer, irem embora. O que você faz é chegar a um silêncio cada vez maior, onde o único som em sua mente é a palavra, o mantra.

Você tem que aprender, e recitação do mantra vai te ensinar isso, a ser paciente, ser extremamente paciente. Você tem que aprender a ser humilde. Ao meditar, não estamos buscando, por assim dizer, possuir Deus. Não estamos tentando chegar a alguma reflexão profunda sobre Deus. Estamos buscando simplesmente aceitar, tanto quanto possível, e responder tão plenamente quanto possível, o dom de nossa própria criação. Para fazer isso, nós temos que aprender a ficar quieto, silenciosos, a ser verdadeiramente humildes.

Estamos todos familiarizados com a palavra “egoísmo”. A palavra “ego” é muito usada na linguagem moderna, no jargão. Basicamente, na meditação, estamos deixando o ego para trás. Nós não estamos tentando ver com o ego, por assim dizer, mas estamos tentando ser nós mesmos, nosso verdadeiro eu. O curioso paradoxo é que, uma vez que desistimos de tentar possuir, vemos todos e todas as coisas são nossas.

Quando você está começando, você precisa estender a simplicidade disso. A simplicidade é apenas isto: que todas as manhãs e todas as noites, você dá a si mesmo a oportunidade de ser, ser em total simplicidade, ser humilde, não se perguntar “o que está acontecendo comigo agora?”, não tentar analisar a si mesmo “Estou gostando disso? Estou ganhando algo com isso?”. Durante esse tempo de ser, você coloca o seu ego auto-reflexivo inteiramente de lado. E isso você faz todas as manhas e todas as noites. E durante o tempo de sua meditação, basta dizer a sua palavra, desde o início até o fim: Ma-ra-na-tha. Essa é a maneira de começar.

Você tem que começar na fé. Não há nenhuma maneira pela qual você possa avaliar o que está acontecendo quando você começar. Você tem que começar na fé. Começando você será guiado na fé. Você não pode, por assim dizer, fazer uma tentativa de meditação, dizer sua palavra por três minutos e depois parar para ver como você está indo. Você tem que aprender e você precisará de paciência para aprender, dizer a sua palavra desde o início até o fim, todos os dias.

O quê isso significa em termos cristãos? Em termos cristãos, sabemos que Deus enviou o seu Espírito para habitar em nossos corações. Em outras palavras, seu ser está dentro de nós e meditar é simplesmente estar aberto ao seu ser. Ouça São Paulo escrevendo aos Coríntios:

“Pelo mesmo Deus que disse: Fora da escuridão, deixe brilhar a luz. Fez com que a sua luz brilhe em nós, para nos dar a luz da revelação – a revelação da glória de Deus na face de Jesus Cristo. (2 Cor 4:6) “

Essa luz e glória podem ser encontrados em nossos corações se nós aprendermos a ficar quietos, em silêncio e ser humilde. Esse é o propósito exato do mantra – nos conduzir a quietude, silêncio e humildade.

Tradução livre deste blog.

Um comentário sobre “The Hunger for Depth and Meaning Series B 2007 – “Deixando o Ego para trás”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s