Atenção, concentração e espera

“A meta mais importante da meditação cristã consiste em consentir que a presença misteriosa e silenciosa de Deus em nós se torne, cada vez mais, não somente uma realidade, porém a realidade em nossas vidas; em deixar que ela se transforme a realidade que dá sentido, forma e objetivo a tudo o que fazemos, a tudo o que somos.

A meditação é um processo de aprendizagem que nos leva a prestar atenção, a nos concentrarmos e a esperar. W. H. Auden mostra isto muito bem ao dizer que as escolas deveriam ser lugares onde se ensinasse o espírito de oração em contexto secular. Elas conseguiriam fazer isso, afirmava ele, ensinando às pessoas de que modo poderia concentrar-se plena e exclusivamente em qualquer coisa que fosse colocada diante delas, um poema, uma pintura, os dados de um problema, ou uma folha sob a lente de um microscópio, e concentrar-se em tais coisas por conta própria. Por ‘Espírito de Oração’ ele entendia uma atenção desprendida de interesses egoístas.

Ao aprendermos a meditar, portanto, devemos prestar atenção, primeiramente em nós mesmos. Precisamos ter plena consciência do que somos. Se conseguirmos realmente apreender, por um momento que seja, a verdade de que fomos criados por Deus, poderemos começar a sentir algo de nossa própria potencialidade. Nós temos origem divina. Deus é nosso Criador. E não visão Cristã, sabemos que Deus não é apenas Criador que nos criou de uma vez por todas, deixando-nos em seguida entregues ao nosso próprio sabor. Ele é igualmente nosso Pai amoroso. Essa é a verdade sobre nós que comemoramos – prestemos bastante atenção a esse dado na meditação. É simplesmente por esquecermos essa verdade fundamental que, na maioria das vezes, nos tratamos com tanta trivialidade, deixamos nossa vida escorregar entre nossos dedos, enquanto nos achamos por demais ocupados, ou por demais atordoados para nos lembrar do que somos. O motivo que nos leva a nos tornarmos tão vulgares e a nos acharmos e acharmos nossas vidas tão vazios é simplesmente o fato de não conseguirmos dar suficiente atenção à nossa origem divina, à nossa redenção divina por Jesus que nos redimiu tanto da vulgaridade quanto do vazio”

A Palavra Que Leva Ao Silêncio,
John Main OSB

Veja como você pode meditar, segundo a Tradição cristã do Deserto transmitida para o nosso tempo por John Main, no site Oficial da Comunidade Mundial Para Meditação Cristã: COMO MEDITAR

Um comentário sobre “Atenção, concentração e espera

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s