SE (Rudyard Kipling)

“Se és capaz de sofrer a dor de ver mudadas
Em armadilhas as verdades que disseste,
E as coisas, por que deste a vida, estraçalhadas,
E refazê-las com o bem pouco que te reste…”

O poema “SE”, abaixo, é  de Rudyard Kipling, autor Indo-Britânico de clássicos da literatura infantil, traduzido por Guilherme de Almeida.  No último verso fiz uma alteração, como na tradução de Victor Vaz da Silva, que  mantém uma referência religiosa. O primeiro optou por manter a rima, como no texto em Inglês, entretanto em alguns momentos a tradução de Victor preserva mais a clareza em relação ao sentido de alguns versos e pode ser encontrada na Internet. Ao final pode ser lido o texto no original. Espero que apreciem o poema, reflitam com sabedoria e compartilhem dúvidas e entendimentos.

Paz

* * *

SE (Rudyard Kipling)

Se és capaz de manter a tua calma quando Continuar lendo