Decisão pela paz

Thomas Merton diz que “o desejo é a coisa mais importante para a contemplação” (A experiência interior) e Santo Agostinho demonstra essa importância, juntamente com a decisão, ao escrever sobre sua luta espiritual no Jardim de Milão ( Confissões VII, 8).

Em um novo trecho adicionado ao blog, do livro A PALAVRA QUE LEVA AO SILÊNCIO, John Main fala sobre a importância de uma decisão pessoal pela paz.

“… a fonte de nossa calma recém-encontrada em nossa vida diária consiste exatamente na vida de Deus dentro de nós. O grau de paz que possuímos é diretamente proporcional à percepção desse fato vital …”, continue a leitura no link: TEMOS QUE DECIDIR PELA PAZ

Você pode baixar o livro de Santo Agostinho aqui: Confissões

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s