Simbolismo: que deus está morto?

Primeiro de uma série de textos extraídos do livro de Thomas Merton, AMOR E VIDA. Especificamente do capítulo “Simbolismo: Comunicação ou Comunhão”.

Um verdadeiro símbolo nos leva para o centro do círculo e não para outro ponto da circunferência. Aponta para o próprio âmago de todo ser, não para um incidente no fluxo do vir a ser (…) A declaração de Nietzsche de que “Deus está morto” é agora assumida, não sem seriedade, pelos profetas das tendências mais progressistas da religião ocidental, que agora parece, em alguns lugares, ansiosa por provar sua sinceridade aos olhos de uma sociedade ímpia por uma ato de autodestruição espiritual (…) o verdadeiro significado da declaração “Deus está morto” é realmente “O Homem está morto”.

Continua no post adicionado na seção do autor: SIMBOLISMO: QUE DEUS ESTÁ MORTO?

Obs: o título do post não pertence ao livro e apenas capitula o fragmento extraído.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s