Industria do aborto

Seguindo o assunto dos dois posts anteriores, o aborto, dentro da lógica de mercado, se torna uma indústria e pode-se ler algo no livro “In the name of Science” – Andrew Goliszek, traduzido como”Cobaias Humanas – a história secreta do sofrimento provocado em nome da ciência”

Alguns fragmentos:


Embora a lei federal proíba a venda direta de tecidos ou partes do corpo humano, a Ordem Executiva, de 1993, do presidente Clinton, derrubando a proibição de financiamento pelo contribuinte de pesquisa em fetos abortados, abriu as comportas para uma nova e florescente indústria: a colheita e venda de partes de corpos de bebês. Menos de um ano depois de ter sido assinada a Ordem Executiva, os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos Estados Unidos, que operam seu próprio serviço de coleta 24 horas por dia em clínicas de aborto patrocinadas, publicaram diretrizes práticas e informações sobre seus serviços de colheita. O seguinte texto foi tirado do manual do NIH de 11 de março de 1994, com o título Disponibilidade de Tecido Fetal Humano.


Tecidos embriônicos e fetais humanos estão disponíveis através do Laboratório Central de Embriologia Humana da Universidade de Washington. O laboratório, que é financiado pelos Institutos Nacionais de Saúde, pode fornecer tecido de embriões e fetos normais ou anormais de idades gestacionais desejados entre 40 dias e termo. As amostras são obtidas em questão de minutos da passagem e os tecidos são identificados assepticamente, estagiados e imediatamente processados de acordo com as necessidades dos investigadores individuais. No presente momento, os métodos de processamento incluem fixação imediata, fixação instantânea, congelamento instantâneo em nitrogênio líquido e colocação em soluções salinas balanceadas ou em meio designado e/ou fornecido pelo serviço expresso noturno, chegando no dia seguinte à aquisição. O laboratório também pode fornecer cortes seriados de embriões humanos preservados no fixador metil-Carnoy, incluídos em parafina e seccionados em cortes de 5 mícrons…”.

Separado e vendido em peças,um único bebê poderia render até 14 mil dólares. Uma dessas empresas, a Opening Lines, Inc. de West Franklin, Illinois, processa mais de 1.500 fetos por dia e anuncia abertamente “tecido de primeira qualidade, de preços mais acessíveis, mais fresco, preparado segundo as suas especificações e entregue nas quantidades de que você precisa, no momento em que você precisa”. Seus preços, de acordo com o presidente corporativo, dr. Miles Jones, são determinados por forças de mercado e por quanto os compradores estão dispostos a pagar por tecido humano. O folheto da empresa, que estimula os aborteiros a “transformar a decisão de sua paciente em algo maravilhoso”, oferece uma lista detalhada de preços que inclui as seguintes tarifas:


Amostra Não-Processada (> 8 semanas) – US$ 70
Amostra Não-Processada (< 8 semanas) – US$ 50

Fígados (< 8 semanas) – 30% de desconto, se significativamente fragmentados – US$ 150
Fígados (> 8 semanas) – 30% de desconto, se significativamente fragmentados – US$ 125

Baços (< 8 semanas) – US$ 75
Baços (> 8 semanas) – US$ 50

Pâncreas (< 8 semanas) – US$ 100
Pâncreas (> 8 semanas) – US$ 75

Timo (< 8 semanas) – US$ 100
Timo (> 8 semanas) – US$ 75
Intestinos e Mesentérios – US$ 50
Mesentério (< 8 semanas) – US$ 125
Mesentério (> 8 semanas) – US$ 100

Rim (< 8 semanas) com / sem adrenal – US$ 125
Rim (> 8 semanas) com / sem adrenal – US$ 100

Membros (pelo menos 2) – US$ 125

Cérebro (< 8 semanas) – 30% de desconto, se significativamente fragmentados – US$ 999
Cérebro (> 8 semanas) – 30% de desconto, se significativamente fragmentados – US$ 150 Hipófise (> 8 semanas) – US$ 300

Medula Óssea (< 8 semanas) – US$ 350
Medula Óssea (> 8 semanas) – US$ 250

Ouvidos (< 8 semanas) – US$ 75
Olhos (> 8 semanas) – 40% de desconto para um único olho – US$ 75
Olhos (< 8 semanas) – 40% de desconto para um único olho – US$ 50
Pele (> 12 semanas) – US$ 100
Pulmões e Bloco Cardíaco – US$ 150

Cadáver Embriônico Intacto (< 8 semanas) – US$ 400
Cadáver Embriônico Intacto (> 8 semanas) – US$ 600
Crânio Intacto – US$ 125
Tronco Intacto com / sem membros – US$ 500
Gônadas – US$ 550
Sangue de Cordão Congelamento Instantâneo em Lnz – US$ 125
Coluna Vertebral – US$ 150
Medula Espinhal – US$ 35

Alguns temem que, no final, se é que já não está acontecendo, as mulheres optarão por ficar grávidas e fazer abortos seletivos simplesmente para ganhar dinheiro com o tecido fetal, satisfazendo nesse processo às demandas de pesquisadores que precisam de um suprimento contínuo de partes frescas do corpo para experimentos médicos. Há uma previsão de que o mercado, que tinha crescido a um ritmo anual de 14%, vale atualmente mais de um bilhão de dólares por ano, sem contar quaisquer que sejam os lucros que advirão das patentes relacionadas e produtos das empresas. Enquanto o número de programas de pesquisa nas universidades, nas empresas de biotecnologia e nas corporações farmacêuticas cresce a uma velocidade recorde (somente o NIH concede mais de 20 milhões de dólares por ano para pesquisa com tecido fetal), as oficinas de desmanche humano continuarão a florescer; e os bebês a apenas semanas do nascimento serão sacrificados para que os pesquisadores possam aprender, com tecidos e órgãos que eles colhem, como melhorar a vida das futuras gerações que tiverem sorte bastante para terem sobrevivido. ”

Se tabelarem o corpo humano de uma feto não parece uma agressão por algum motivo, vale ao menos considerar se esse comércio, num mundo pra lá de desumano, mercenário e capitalista, realmente ajuda em algo a humanidade no sentido existencial e moral. A sociedade vive a base de pirataria, contrabando e exploração capitalista, aqueles que não se submetem são então valorizados como idiotas, fracos e indignos, na verdade são valorizados assim pois assim se tornam de fato na lógica que se apresenta.

Há que se atentar, tanto na hora de concordar como de discordar, porque uma hora vem um plebicito, se estão sendo usados argumentos de valor humano (sobre a vida do feto ou da mãe) ou se estão sendo usados argumentos que exprimem algo vergonhoso para disfarçar seu verdadeiro valor que é, no fundo, comercial. Seja pela venda direta ou pelos ganhos inerentes a isenção da responsabilidade a ser assumida.

Há um mercado para isso e que, num mundo de valores puramente capitalistas, onde qualquer tentativa de espiritualidade que sai do uso comercial para ser realmente praticada e assumida é vista com maus olhos, o que pode advir é algo que facilmente fugirá a humanidade que nos define.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s